DESCENDÊNCIA DO PADRE FRANCISCO JOSÉ SERÓDIO

Padre Francisco José Seródio
(Acervo Rênaldo Seródio, bisneto do padre)

    Padre Francisco José Seródio (Francisco Adriano Gonçalves Serôdio/Francisco Gonçalves Serôdio) nasceu aos 02.08.1841 em Paradelinha, Portugal, onde foi batizado aos 10.08.1841, tendo como padrinhos o avô paterno Francisco Gonçalves Serôdio e o tio Padre José Gonçalves Serôdio (cf. Livro n. 7, Fl. 3V, dos Registros de Batismos de Vilarinho de São Romão). Era filho de António Gonçalves Serôdio e Candida Rosa de Souza. Neto paterno de Francisco Gonçalves Serôdio e Joana Eufrasia Rebello. Neto materno de António Ribeiro Falcão e Ana de Brito e Sousa. Padre Seródio veio para o Brasil em 1871 (cf. Passaporte registrado no dia 24.04.1871), onde trabalhou em diversas cidades. Faleceu no dia 23.03.1928 em Maracaí, onde também foi sepultado. (Assento nº 57 do Livro C-3, Fl. 104).
No Brasil, Padre Seródio teve uma relação marital com Joanna Maria Pinto, nascida aos 08.02.1863 em Itapetinga, onde foi batizada aos 06.07.1863, tendo como padrinhos Manoel José Vieira da Fonseca e Maria Manuella de Oliveira. Era filha de Antonio Pinto do Amaral (Antonio José Pinto) e Theresa Maria. Joanna faleceu aos 15.10.1940 em Conceição de Monte Alegre, onde também foi sepultada. (Assento nº 597 do Livro C-7, Fl. 196).
Deste relacionamento com Joanna nasceram 12 filhos, os quais foram legitimados por meio de Escrituras Públicas de Perfilhação. Os seis primeiros foram reconhecidos por meio da Escritura lavrada no 1º Cartório de Avaré, aos 01.12.1891. Os seis restantes por meio da Escritura lavrada no Cartório de Conceição de Monte Alegre, aos 24.04.1906 (Livro 10, fls. 37v e 38). Existe ainda uma terceira Escritura, lavrada uma semana antes daquela de Avaré, no Cartório de Campos Novos Paulista, aos 25.11.1891 (Livro 18, fls. 47 a 49), em que Seródio faz o reconhecimento dos seis primeiros filhos, mas não assina o registro, que, por isso, fica sem efeito.
Segue abaixo a descendência de Padre Seródio e Joanna Maria Pinto:

1. Helena Maria Seródio, nascida aos 09.12.1881 em Santo Antonio da Boa Vista, atual Itaí. Foi batizada no dia 19.04.1882 em São Sebastião do Tijuco Preto, atual Piraju, pelo Padre Pedro Montello, tendo como padrinhos Manoel Isidoro Brenha e Alexandrinha Brenha. Casou-se aos 23.02.1901 em Conceição de Monte Alegre (livro B1, fls. 56 e v, n. 2), com Paulino dos Santos Soares Cruz, nascido por volta de 1872 em Chaves (Portugal), filho de Antonio José da Silva e Julia Candida da Cruz. Paulino faleceu em Sengés – PR, aos 13.08.1935. Pais de:
1.1 Julia dos Santos Soares Cruz. Casou-se com João Andrade;
1.2 Carminda Soares Cruz.

2. Cândida Seródio, nascida aos 22.02.1883 em São Sebastião do Tijuco Preto, atual Piraju, onde foi batizada aos 16.10.1883 pelo Padre Pedro Montello, tendo como padrinhos José Amaro de Castro e Maria Lionel de Castro, casados, professores públicos. No livro Histórias que vivi...e outras que me contaram (2003), João Chrysostomo Giannasi assim descreve Cândida: “Era [...] uma velha suja e desdentada, com a cabeça envolta em um lenço preto que deixava entrever os cabelos brancos. Trajava sempre uma saia preta e comprida, com a barra arrastando-se pelo chão, já meio esbranquiçada em algumas partes, principalmente à altura dos quadris, local onde constantemente limpava as mãos sujas. Morava sozinha em um casebre, onde, praticamente, só dormia. Durante o dia, freqüentava todas as casas da vila, onde sempre achava o que comer. Os moradores, embora não gostando muito, iam permitindo que ela entrasse, pois era inofensiva. Nunca se ouviu dizer que a “Cândia”, como era chamada, tivesse ocasionado algum mal a alguém. Solteirona, tinha um único companheiro: um pequeno cão, sem raça e sarnento, seu defensor. Cúti era o nome dele” (p. 40).

3. José Gonçalves Seródio, nascido aos 02.05.1884 em São Sebastião do Tijuco Preto, atual Piraju, onde foi batizado com seis meses de idade pelo Padre Pedro Montello, tendo como padrinhos Francisco Gonçalves Serôdio e Maria da Cruz, casados, residentes no Rio Novo. Casou-se aos 22.01.1910 em Conceição de Monte Alegre (Livro B2, fls. 152 e v), com Júlia Antonieta de Carvalho (Júlia Nogueira), nascida por volta de 1893 em Platina, filha de Custodio Ribeiro de Carvalho e (?) Augusta Nogueira. Pais de:
3.1 Benedito Gonçalves Seródio (Dito), nascido aos 24.12.1911 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 26.12.1911, tendo como padrinhos Germano Emilio Vieira e Sabina Rosa de Jesus. Casou-se em 1937 com Helena Tedeschi. Faleceu em Cruzália aos 17.05.1948, assassinado a tiros. Teve os filhos:
3.1.1 Benedito Gonçalves Seródio Filho (Ditinho), nascido em Pedrinhas em 1939;
3.1.2 Marina;
3.1.3 Maria.
3.2 João Gonçalves Seródio;
3.3 José Gonçalves Seródio Filho;
3.4 Etelvina Nogueira, nascida por volta de 1914 e falecida aos 15.05.1931 em Maracaí;
3.5 Maria, nascida em 1918;
3.6 Pedra, nascida em Maracaí aos 29.06.1920, onde foi batizada aos 05.09.1920, tendo como Padrinhos Virgílio José Lemes e Gabriella Maria de Jesus;
3.7 Joana;
3.8 Benedita;
3.9 Antonio Gonçalves Seródio, nascido aos 16.02.1927 em Maracaí, onde foi batizado aos 29.04.1927, tendo como padrinhos Otto Ribeiro e Teodora Duarte Ribeiro;
3.10 Pedro, nascido aos 28.06.1929 em Maracaí, onde foi batizado aos 03.08.1929, tendo como padrinhos Roso Manzoni e Josepha Morici;
3.11 Jorge Gonçalves Seródio (Joca).

4. Adelaide Seródio, nascida aos 14.08.1887 em Campos Novos Paulista, onde foi batizada aos 24.06.1888, tendo como padrinhos o Dr. José Ribeiro da Silva Pirajá e sua mulher Adelaide Mascarenhas Pirajá. Casou-se aos 07.04.1923 em Conceição de Monte Alegre (Livro B6, fls. 43v à 44v, n. 31), Luiz Quaresma (Luiz Quaresma da Costa), nascido aos 14.08.1891 em Portugal, filho de Antonio Quaresma e Maria de Nazareth. Pais de:
4.1 Francisco, nascido aos 10/07/1926 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 06/03/1927, tendo como padrinhos Francisco Dias Aganti e Virgínia Rodrigues.

5. Manoel Gonçalves Seródio, nascido aos 14.02.1889 em Campos Novos Paulista, onde foi batizado aos 05.05.1889 pelo Vigário Padre Paulo de Mayo, tendo como padrinhos o Dr. Manoel Joaquim de Albuquerque Lins e sua mulher Helena de Queiroz Lins, residentes em São Paulo. Casou-se aos 14.04.1917 em Conceição de Monte Alegre (Livro B4, fls. 50 e v, n. 15), com Victoria Andrelina de Jesusnascida aos 11.11.1900 em São Pedro do Turvo, filha de Ananias Amaro da Cruz e Rita Victoria da Conceição. Pais de:
5.1 Amado Seródio, nascido aos 10.03.1918 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 14.04.1918, tendo como padrinhos Ananias Amaro da Cruz e Rita Victoria da Conceição. Casou-se em Iepê, aos 11.05.1946, com Maria Conceição de Almeida, nascida em Paranapanema, por volta de 1927, e falecida em Iepê aos 22.05.1947, devido a complicações após o parto de um filho natimorto, nascido no dia 06.05.1947.  Era filha de Salvador Felix de Almeida e Izaltina Pires dos Santos e foi sepultada no Cemitério do Jaguaretê. Amado casou-se em Iepê, aos 16.07.1949, em segundas núpcias, com Laurentina de Souza (Florentina de Souza), filha de José Manoel de Souza e Bernardina Ignácia de Jesus . Pais de:
5.1.1 Sebastião Seródio, nascido aos 30.12.1953 em Iepê, onde também faleceu no dia 20.02.1954. Foi sepultado no Cemitério do Jaguaretê.
5.1.2 Osvaldo.
5.1.3 Valdir.
5.1.4 Nair Seródio, nascida em 1955.
5.1.5 Lázaro.
5.1.6 Valter Seródio, nascido aos 14.08.1959 em Iepê, onde também faleceu no dia 25.05.1994.
5.1.7 Maria Aparecida.
5.2 Ana Gonçalves Seródio. Mãe de:
5.2.1 Emília.
5.3 Maria Gonçalves Seródio. Mãe de:
5.3.1 Luiz.
5.4 João Gonçalves Seródio. Casou-se com Lídia Souza, filha de José Manoel de Souza e Bernardina Ignácia de Jesus. Viúvo, casou-se em segundas núpcias, com Luzia. Teve com a primeira esposa os filhos:
5.4.1 José.
5.4.2 Valdemar, falecido com 5 anos.
5.4.3 Mauro.
5.4.4 Rubens.
5.4.5 Ademar.
5.4.6. Pedro.
5.4.7 Irani.
Teve com a segunda esposa:
5.4.8 João Gonçalves Seródio Filho.
5.5 Josefa (Josefa Seródio), nascida por volta de 1929 em Anhumas. Casou-se em Iepê, aos 06.09.1947, com Sebastião Andrade, nascido por volta de 1924, em Espírito Santo do Turvo, filho de Joaquim Messias de Andrade Neto e Julia Moreira de Almeida. Pais de:
5.5.1 Irene.
5.5.2 Luiz.
5.6 Benedito Gonçalves Seródio. Casou-se com Adelina. Pais de:
5.6.1 Maria Aparecida.
5.6.2 Ivanildo.
5.6.3 Rose.
5.6.4 Rosângela.
5.6.5 Roberto.
5.7 Sebastião Gonçalves Seródio. Casou-se com Dalva. Pais de:
5.7.1 Paulo.
5.7.2 Adriana.
5.7.3 Adauto.

6. Maria da Conceição Seródio, nascida aos 26.08.1890 em Campos Novos Paulista, onde foi batizada aos 16.10.1890 pelo Vigário Padre Paulo de Mayo, tendo como padrinhos José Justino Ferreira e a proteção de Nossa Senhora da Aparecida, sendo apresentada na pia batismal por Gertrudes Thomasia de Souza. Casou-se aos 14.01.1919 em Assis, com José Rodrigues dos Santos, nascido por volta de 1875 em Sergipe, filho de João Vieira dos Santos e Maria Roza de Jesus.

7. Elvira Seródio, nascida aos 13.05.1892 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizada, tendo como padrinhos José Antonio da Costa Vasconcelos e sua mulher Anna Vieira Vasconcelos. Casou-se com José Travassos.

8. Ignes Beatriz Seródio, nascida aos 21.01.1895 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizada, tendo como padrinhos Vicente Lourenço Ferreira e a proteção de Nossa Senhora da Conceição. Casou-se aos 29.10.1921 em Conceição de Monte Alegre (Livro B5, fls. 249 v, n. 88), com seu primo José de Campos Pinto (José Pinto de Campos), nascido aos 05/09/1897 em Piraju, filho de Joaquim Pinto do Amaral e Maria José de Campos. Pais de:
8.1 Pedro Pinto Gonçalves, nascido em Maracaí aos 19/07/1922. Casou-se com Maria Patrocínia Gonçalves, filha de José Paulino da Silva e Patrocínia Balbina de Jesus. Pais de:
8.1.1 Darci Terezinha Gonçalves, nascida em Maracaí em 1954;
8.1.2 Adair Patrocínia Gonçalves, nascida em Maracaí em 1956;
8.1.3 Nair Antonia Gonçalves, nascida em Maracaí em 1957;
8.1.4 Ana Maria Gonçalves, nascida em Maracaí em 1959;
8.1.5 Maria Natália Gonçalves, nascida em Maracaí em 1963.
8.2 Sebastião Pinto Gonçalves. Casou-se com Jardilina. Tiveram pelo menos os filhos:
8.2.1 Maria José;
8.2.2 Camilo;
8.2.3 Sérgio;
8.2.4 Antonio.
8.3 Leonilda. Casou-se com Benedito Lima. Pais de:
8.3.1 Lídia;
8.3.2 José;
8.3.3 João;
8.3.4 Irene.
8.4 Rita.

9. Alberto Seródio, nascido aos 25.03.1897 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado, tendo como padrinhos Alberto Lourenço Seródio e sua mulher Francisca, por procuração a Evaristo Soares Monteiro e sua mulher. Casou-se aos 18.09.1926 em Conceição de Monte Alegre (Livro B7, fls. 109 a 110, n. 16), com Hermínia da Silva Travassos, nascida aos 17.06.1909 em Salto Grande, filha de Augusto Travassos e Maria Geralda. Pais de:
9.1 Joana, falecida em Conceição de Monte Alegre em 1922, com 5 anos de idade.

10. Sebastião Seródio, nascido aos 30/11/1899 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 18/05/1900, tendo como padrinhos seu irmão José Gonçalves Seródio e a proteção de Nossa Senhora da Conceição. Casou-se aos 14.11.1925 em Conceição de Monte Alegre (Livro B7, fls. 83 a 84), com Maria Aparecida da Cruz, nascida aos 19/09/1909 em Conceição de Monte Alegre, filha de João Batista de Oliveira e Maria Conceição de Azevedo. Pais de:
10.1 Judite, nascida em Conceição de Monte Alegre em 1922;
10.2 Adelaide, nascida em Conceição de Monte Alegre em 1927.

11. Isabel Seródio, nascida aos 02.03.1902 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizada, tendo como padrinhos seu irmão José Gonçalves Seródio e a proteção da Imaculada Conceição de Lourdes.

12. João Gonçalves Seródio, nascido aos 16.07.1905 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 11.08.1906, pelo Vigário Padre Paulo de Mayo, tendo como padrinhos José Gonçalves Seródio e a proteção de Nossa Senhora da Conceição. Casou-se aos 10.11.1928 em Conceição de Monte Alegre, com Felicíssima Maria Soares, filha de Antonio Soares e Maria José Soares. Foram padrinhos do casamento Mario Guido e José Pinto.
  

De acordo com relatos familiares, Padre Seródio teria tido de um relacionamento anterior, outro filho, chamado Osório Gonçalves Seródio. Contudo, apesar de usar o sobrenome do Padre, Osório consta em documentos oficiais como sendo filho de Claudino Rodrigues da Costa Maria da Conceição. Desta forma, não é ainda possível precisar se ele era ou não, filho legítimo de Padre Seródio. Seguem as informações levantadas sobre Osório:

1. Osório Gonçalves Seródio (Osório Gonçalves), nascido por volta de 1879 em São Domingos e falecido aos 05.08.1908 em Conceição de Monte Alegre (Livro C2, fls. 22, n. 38). Casou-se aos 21.10.1901 em Conceição de Monte Alegre (Livro B1, fls. 63 e v, n. 15), com Maria Justina dos Santos (Maria Justina das Dores), nascida por volta de 1885, em Conceição de Monte Alegre, filha de Florentino José de Souza e Justina Maria dos Santos. Pais de:
1.1 Josepha, nascida em 1902 em Conceição de Monte Alegre;
1.2 José, nascido aos 08.06.1904 em Conceição de Monte Alegre, onde foi batizado aos 20/01/1905, tendo como padrinhos Padre Francisco José Seródio e Adelaide de Souza Seródio;
1.3 Izabel, batizada em Conceição de Monte Alegre no dia 12.01.1907, com idade de um ano, tendo como padrinhos Eugenio e Alexandrina Cardoso de Oliveira;
1.3 Sebastião, nascido aos 12.10.1907 e batizado em Conceição de Monte Alegre aos 30.11.1908, tendo como padrinhos Manoel Gonçalves Seródio e Maximilla Clara das Dores;

1.4 Osoria, nascida aos 02.05.1909 e batizada aos 13.05.1910 em Conceição de Monte Alegre, tendo como padrinhos Florentino José de Sousa e Justina Maria dos Santos.

 Paulo Fernando Zaganin Rosa, 2014.
Colaboração de Celso Prado, Junko Sato Prado e Luciano Leite Barbosa.
Fontes: Documentos oficiais, registros eclesiásticos e diversos relatos orais, em especial de Ana Maria Gonçalves, bisneta do Padre Seródio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário